sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Autobiografia em 5 atos

1. Ando pela rua
há um buraco profundo no passeio
eu caio lá dentro
estou perdido - sem esperança
não foi culpa minha
após uma eternidade consigo sair.
2. Ando na mesma rua
há um buraco profundo no passeio
eu finjo que não vi
eu caio de novo lá dentro
não acredito que estou lá novamente
mas não foi culpa minha
após muito tempo consigo sair.
3. Ando na mesma rua
há um buraco profundo no passeio
eu vejo o buraco
eu caio de novo lá dentro - virou hábito
meus olhos estão abertos
eu sei onde estou
foi culpa minha
saio imediatamente.
4. Ando na mesma rua
há um buraco profundo no passeio
eu contorno o buraco.
5. Ando em outra rua.

2 comentários:

Rosa Azambuja disse...

lindo! Rosa Azambuja

cborges cleuza borges disse...

Gosto do amor expressado e sentido de uma criança.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...